Tags

Imagem: Eric Drooker

 

VI

 

Sempre no passado, olhar para o que tenho é um acto míope, uma retina rasgada a lutar com a luz do sol.
Nunca fui tão feliz nem nunca tanto senti já me ter esgotado aqui e nos outros, nunca me amaram tanto nem nunca fui tão agreste ou árido como agora.
O presente há de me custar a pele, pela sua falta noutro tempo e noutro sítio.

 

 

© João Silveira

 

Anúncios