Tags

Imagem: Douglas da Cunha Dias

 

 

 

I
é árido este chão
mas hei de seguir meu pesar
[resto-me entre meus mortos]

II
abraça-me antes do entardecer
para que eu saiba da esperança o caminho
porque a fé caducou presa ao tempo, mãe

e nina os medos que me fazem deserto
porque da vida guardo apenas um terno de pássaros
que descansam sob o luar

 

 

© Douglas da Cunha Dias

Anúncios