Tags

Harry Clarke

 

 

Assim que ela estiver morta, ele irá ao banheiro para esvaziar a bexiga. Como são imperiosas as necessidades da carne – pensou. Como se tornam impositivas e degradantes as necessidades da carne num momento assim. Ao redor, viu os quatro primos, circunspectos, graves, em seus ternos negros. E ela nem está morta ainda – pensou. E o irmão… Se o irmão sair do quarto… Se o irmão saísse ele sairia também – calculou. Como se o irmão fosse abandonar seu posto… Logo meu irmão… – sorriu, trocando o peso do corpo para o outro lado, sobre a outra perna, a urgência fluindo num jogo de equilíbrio entre esquerda e direita. Mas ela logo estará morta. Ele tentou concentrar-se em tudo o que ficou atrasado na loja, todas as notas por arquivar, a desorganização no estoque. O pedido da prefeitura. Um estalo. O pedido da prefeitura. Esquecera o pedido da prefeitura. Ergueu os olhos instintivamente na direção do primo mais velho, circunspecto, grave, em seu terno negro. Mas ela ainda não está morta – pensou, trocando o peso do corpo para o outro lado, sobre a outra perna. Droga! E isso. Mas ele irá ao banheiro assim que ela estiver morta, carregando uma raiva enorme de si mesmo e do próprio corpo. E se entrar um padre? – ele pensou. E a vontade de rir foi tão grande… Só faltava mijar nas calças. Era só o que faltava. Um padre… Sendo que ninguém na família ia à missa há uns vinte anos. Não conseguia lembrar sequer de um batizado. Não batizavam as crianças? Estranho… Estranho… Estranho como o corpo tenta se impor nos momentos mais grotescos. Uma agulhada no joelho… Os primos nem se mexiam, eretos, dignos. O irmão se movia um pouco, só um pouco, desviando os olhos cansados para fora da janela. O irmão disfarçava muito bem a natureza intemperante dos dois – dele e do irmão. Só faltava entrar um padre. Só faltava alguém na prefeitura dizer ao primo… No velório, assim que ela morrer. A cerimônia. Um estalo. A cerimônia. A cerimônia, sim, ia atrasar tudo. Se ela não morresse… Mas assim que ela estiver morta, ele irá ao banheiro para esvaziar a bexiga. E pensará numa explicação para dar aos primos, na loja. Porque fica mais fácil pensar quando não se é acossado pelas urgências da carne. A menos que entrasse um padre, ninguém ali iria vê-lo mijar nas calças.

© Carla Severo Trindade

 

Anúncios