Tags

Dario Puggioni

Dario Puggioni

 

 

Onde estão meus confins?
Por quem abres teus poros?
(dois destinos sem volta
a sonhar seus porões)

Que viagem me induz
a trilhar tuas bordas?
(dois ciganos à solta
a sonhar seus bordões)

De onde vêm essas mãos
que nos atiram brasas?
(dois generais confusos
a sonhar seus brasões)

Quem inventou a voz
que nos fere com harpas?
(dois pescadores loucos
a sonhar seus arpões)

 

 

 

© Tony Saad

 

 

 

Anúncios